Prolongamento por 48 horas das negociações sobre o Darfur

1 maio 2006

As negociações inter-sudanesas sobre o Darfur foram prolongadas por 48 horas pela União Africana (UA), depois do prazo fixado para um acordo de paz ter expirado domingo.

No domingo, os rebeldes anunciaram a sua recusa em assinar o acordo de paz da UA, mostrando reservas sobre os pontos relacionados com a segurança, nomeadamente o desarmamento dos Djandjawids e de outras milícias pró-governamentais, assim como o facto do acordo não garantir a vice-presidência à rebelião.

Os movimentos exigem igualmente esclarecimentos sobre as modalidades de indemnização das populações do Darfur, vítimas da guerra, e a partilha do poder e da riqueza.

Por seu lado, a delegação governamental reiterou o seu empenho em assinar o acordo que visa acabar com a guerra que nos últimos três anos afectou esta região do oeste do Sudão provocando entre 180 mil e 300 mil mortos e mais de dois milhões de deslocados.

O sub-secretário da ONU para os assuntos humanitários, Jan Pronk, fez saber que as partes que não assinarem o acordo serão responsabilizadas e haverá consequências políticas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud