Protestos obrigam Egeland a abandonar campo de refugiados no Darfur

8 maio 2006

O sub-secretário para os Assuntos Humanitários da ONU, Jan Egeland, foi obrigado a abandonar um campo de refugiados na região sudanesa de Darfur, depois de violentos protestos protagonizados pelos deslocados.

O responsável da ONU pediu às autoridades que facilitem a chegada de funcionários humanitários conforme previsto no "acordo de paz assinado entre o Governo sudanês e o principal movimento rebelde, o Movimento de Libertação do Sudão".

Jan Egeland exortou igualmente o Governo de Cartum a acabar com os obstáculos levantados ao trabalho das organizações internacionais na região e pediu ao "mundo islâmico, ocidental e asiático" para enviar ajuda humanitária.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud