Combates na Somália já causaram 130 mortos

12 maio 2006

Milhares de habitantes de Mogadiscio estão a abandonar os subúrbios do norte da capital da Somália, devido aos violentos combates entre milícias rivais que causaram já cerca de 130 mortos.

Dujarric disse ainda que o Secretário-Geral apela ao fim dos combates e convida as diferentes partes a apoiarem as instituições com vista à implementação do processo de transição.

Os confrontos opõem milicianos dos tribunais islâmicos e apoiantes de uma aliança de senhores de guerra, que tentam controlar a cidade a fim de acabar com a anarquia em que vive o país há 15 anos .

A Somália mergulhou no caos desde Janeiro de 1991, quando os chefes dos clãs tribais derrubaram o ditador Mohamed Siad Barre e passaram a controlar o dividido território do país com a ajuda de milícias armadas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud