Comissão de Direito Internacional debate extradição
BR

17 maio 2006

Dezenas de especialistas da Comissão de Direito Internacional da ONU estão reunidos em Genebra na 58ª sessão da comissão para analisar assuntos como por exemplo extradição e proteção diplomática.

"Alguns temas são muito esotéricos, outros têm efeitos na nossa vida diária. Esse por exemplo, de recursos naturais transfronteiriços tem haver com o aproveitamento dos aquíferos. No Brasil nós temos o Aquífero Guarani que é uma extensão de águas subterrâneas enorme e também se projeta para o Paraguai, Argentina e o Uruguai", disse Baena Soares.

Baena Soares disse também que um dos temas mais freqüentes após a chegada da globalização é o direito dos países sobre casos de extradição.

"A globalização ocorre não só da economia, mas também em ações internacionais e ilegais. É preciso estabelecer as normas para que os países, ao capturarem estrangeiros que estão em atividade ilegal, sigam algumas normas. Ou julgar essas pessoas ou extraditá-las para seus países de origem. Essa é a questão que estamos enfrentando agora, no começo dos nossos debates", concluiu o embaixador.

A reunião da Comissão de Direito Internacional devem durar até 9 de junho.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud