Dia Mundial da Biodiversidade celebra zonas desérticas

22 maio 2006

O secretário-executivo da Convenção sobre a Diversidade Biológica, Ahmed Djoghlaf, alertou hoje para a situação de um milhão de pessoas directamente afectadas pelas secas e pela desertificação.

Aquele responsável precisa que o território de oito dos 10 países mais pobres do mundo é sobretudo ocupado por regiões desérticas e que a preservação do equilíbrio ambiental é essencial para se alcançar os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM).

A Rádio ONU ouviu Celeste Benchimol, do Fundo Mundial para a Natureza (WWF) sobre o conceito de biodiversidade por ocasião da celebração desta efeméride.

"Biodiversidade é todo o conjunto da vida, é a diversidade de todos os seres vivos, desde as espécies animais, vegetais, micro-organismos, bactérias. Enfim tudo o que em possui vida ou que pode ter um potencial para a vida. É a diversidade biológica", explicou.

Quanto ao envolvimento das populações nas questões de biodiversiade, esta representante do WWF em Cabo Verde considera que é preciso fazer mais e exemplifica com o caso do arquipélago.

"Em Cabo Verde, notamos que as pessoas estão a tomar consciência, de uma maneira geral, para as questões de ambiente. Mas em relação à biodiversidade, há algum trabalho a ser feito. As pessoas conhecem algumas espécies que nos rodeiam mas ainda não têm a sensibilidade ou a informação da importância da biodiversiade para o mundo", acrescentou Benchimol.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud