Combates entre grupos rivais provocam 13 mortos em Mogadiscio

31 maio 2006

Pelo menos 13 pessoas perderam a vida na sequência do recomeço dos confrontos entre os membros dos Tribunais Islâmicos e as milícias dos senhores de guerra em Mogadíscio, a capital da Somália.

Os confrontos entre as duas partes começaram no início do ano quando uma aliança de oito senhores de guerra, quatro deles ministros no Governo de transição, decidiram combater uma nova milícia islâmica.

Na terça-feira, o Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, indicou que o envio de uma força de paz à Somália não está de momento na ordem do dia.

Respondendo a um jornalista, Annan explicou que essa não é actualmente a intenção do Conselho de Segurança.

De acordo com o Secretário-Geral, o envio de uma força militar poderá ser feita no quadro da Autoridade Inter-governamental para o Desenvolvimento (Igad).

Não sei qual será o resultado, acrescentou Annan, mas os somalianos estão a discutir o envio de tropas no quadro da Igad, uma organização sub-regional que integra a Somália, Djibuti, Eritreia, Etiópia, Quénia, Sudão e Uganda.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud