OMS apela Estados africanos a ratificarem Convenção de Luta contra o Tabaco

31 maio 2006

O director regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a África, o angolano Luís Gomes Sambo, apelou aos Estados africanos a ratificarem e a implementarem a Convenção quadro de Luta contra o Tabaco.

São Tomé e Príncipe é dos Estados que ainda não o fizeram mas, segundo o seu director-geral da Saúde, José Manuel Carvalho, a questão consta do programa do novo Governo.

“São Tomé ainda não ratificou o documento que está nas mãos do Governo a fim de ser apresentado ao parlamento para a sua ratificação. Neste momento está-se a discutir o programa do Governo e estou convencido que nesta legislatura ou neste ano a convenção quadro será ratificada pelo parlamento”, disse o director-geral da Saúde são-tomense.

Carvalho precisou ainda que as actividades contra o tabaco naquele arquipélago não têm sido muitas.

“Há uns anos atrás, quando a OMS começou a discutir a convenção quadro, tínhamos iniciado algumas actividades de estancamento do fumo em locais de lazer. Infelizmente, essas actividades não continuaram muito embora saibamos que nestes locais é proibido fumar, pelo menos enquanto ali estiver público”, referiu.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud