Diretor da Aiea vai ao Irã discutir programa nuclear do país
BR

12 abril 2006

O diretor da Agência Internacional de Energia Atômica, Mohammed El-Baradei (foto), se reunirá com autoridades iranianas, em Teerã, capital do Irã, para discutir o programa nuclear do país.~

El-Baradei está preparando um relatório para o Conselho de Segurança da ONU. O órgão pediu ao Irã para suspender atividades de enriquecimento de urânio até o dia 28 deste mês.

Na terça-feira, num discurso em rede nacional de TV, o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, disse que o país está mesmo enriquecendo urânio na usina de Natanz.

O embaixador Sergio Duarte, que presidiu a última reunião de avaliação do Tratado de Não-Proliferação Nuclear, na sede da ONU, disse que espera uma saída diplomática para o impasse.

"Não há dúvida que o Irã tem todo o direito de desenvolver energia. Para isso o Tratado de Não Proliferação é muito claro. A questão é apenas que haja confiança dos demais membros da comunidade internacional. Todos nós, os 189 países-membros do TNP esperamos que as atividades iranianas não tenham como objetivo possuir armas. Eu, como diplomata, tenho confiança de que o assunto se resolverá por vias diplomáticas. A pior solução seria uma solução violenta desse tema", disse Duarte.

Vários países acreditam que o Irã possa estar construindo a bomba atômica, mas o governo iraniano afirma que o programa nuclear do país tem fins pacíficos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud