Estudo do Unifem revela casos de violência doméstica no Oriente Médio
BR

17 abril 2006

Um estudo patrocinado pelo Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para as Mulheres, Unifem, sugere que uma em cada quatro mulheres na Síria é agredida pelo marido ou pelo pai.

Shirin Chukri contou que quando a equipe analisou os casos sobre o Egito e a Jordânia, os pesquisadores descobriram que a situação da Síria não é muito diferente da de outros países, incluindo os europeus. Chukri disse que a violência contra a mulher pode ocorrer em todas as classes sociais e até mesmo entre pessoas com graus de instrução elevados.

De acordo com a pesquisa, algumas das razões alegadas pelos agressores são a negligência doméstica e o fato de algumas mulheres fazerem perguntas demais aos maridos.

Mas para Chukri, a época de silêncio sobre violência doméstica estaria chegando ao fim.

Shirin Chukri, do Unifem na Jordânia, diz que as mulheres começaram a falar sobre o tema após o acesso à mídia e ainda à educação em geral. Segundo ela, em alguns casos algumas mulheres começaram a reagir fisicamente e já existem casos de agressão contra os homens.

Quase duas mil mulheres foram entrevistadas para o estudo. Na Síria a pesquisa foi supervisionada pelo órgão União Geral das Mulheres, que é estatal e fiscaliza o bem estar das mulheres sírias.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud