Últimas notícias

Abuso de medicamentos

Tribunal da ONU condena militar do Ruanda
BR

Tribunal concluiu que Ephrem Setako ordenou a morte de cerca de 50 tutsis no campo militar de Mukamira, no distrito de Ruhengeri, em 1994; ele foi considerado culpado de genocídio, crimes contra a humanidade e outras violações graves das convenções de Genebra.

Campanha do Pnuma atinge mais de 10 bilhões de árvores

Total foi alcançado após anúncio da Índia em integrar o projeto da agência da ONU; o segundo país mais populoso do mundo já plantou 2 bilhões de árvores desde 2007.

Chefes de missões da ONU debatem segurança regional em Dacar (Português África)

Reunião dos representantes de Ban Ki-moon na África Ocidental passa também em revista situação no Niger, Côte d\'Ivoire e Guiné Conacri.

Novo site ajuda a acelerar transição para economia verde (Português Brasil)

Pnuma lança site que pretende facilitar a transição para economias com baixo teor de carbono no mundo; usuário poderá encontrar uma lista de políticas de cada país referentes ao carbono e também compromissos assumidos, desempenho histórico, projeções futuras e oportunidades.

Militar ruandês condenado a 25 anos de prisão por genocído (Português África)

Coronel Ephrem Setako, chefe da divisão de Assuntos Legais no ministério da Defesa, foi considerado culpado de genocídio, crimes contra a humanidade e outras violações graves das convenções de Genebra; tribunal está sediado em Arusha, na Tanzânia.

Segurança não justifica armas nucleares, diz embaixador brasileiro (Português Brasil)

Em discurso na Conferência da ONU sobre Desarmamento, Luiz Filipe de Macedo Soares ressaltou que o mundo não deve ser indiferente aos problemas individuais de cada nação, mas isso não significa que a violência pode ser encorajada na forma de explosivos nucleares.

Botsuana deve reparar injustiças sofridas por indígenas

Relator independente da ONU indica que situação das comunidades indígenas no país é consequência da colonização e de políticas e leis adoptadas após a independência que continuaram a priorizar os interesses da tribo dominante, os Tswana.

ONU lamenta novas medidas israelenses no Oriente Médio (Português Brasil)

Em encontro com o Ministro da Defesa de Israel, Ban Ki-moon lamentou ordens de demolição em Jerusalém Oriental e a inclusão israelense de dois santuários religiosos localizados na Cisjordânia na lista de patrimônios nacionais.

Novos combates deslocam 1,5 mil em Darfur

Unamid enviou equipa humanitária às áreas mais afectadas para avaliar as necessidades no terreno; governo e principal grupo rebelde assinaram um acordo de paz no dia 23.