Últimas notícias

FAO: África tem potencial para vencer batalha contra a pobreza e fome

Diretor-geral da agência da ONU revela prioridades da sua ação na Conferência Regional da África; Qu Dongyu destaca desenvolvimento rural e agrícola como chaves para vencer a pobreza e fome; parceria da FAO cobre necessidade em cereal para 13 milhões de pessoas no leste da continente.

Brasil ganha prêmio da ONU sobre combate à malária em época de pandemia
BR

Iniciativas do estado do Pará e Amazonas foram as escolhidas ao lado de projetos de Honduras, Colômbia e Haiti; distinção “Campeões contra a Malária nas Américas” contou com vídeos selecionados pela Organização Mundial da Saúde, OMS, e pela Organização Pan-Americana da Saúde, Opas.

Ilhas de Cabo Verde e Portugal entram na Rede Mundial de Reservas da Biosfera
BR

Unesco inscreveu ilhas do Fogo e do Maio do arquipélago de Cabo Verde; ilha portuguesa de Porto Santo também integra a rede internacional com mais de 714 reservas; agência da ONU realça momento de criar oportunidades na relação com natureza.

Despesas militares globais tiveram maior aumento anual em uma década 
BR

Informação foi destaque do secretário-geral em debate do Conselho de Segurança sobre resolução 1325 sobre Mulheres, Paz e Segurança; documento foi aprovado há 20 anos; António Guterres realçou papel do grupo em cessar-fogo global. 

Mundo tem que reagir ao uso da religião para espalhar medo e terror, diz ONU
BR

Alto representante da Aliança das Civilizações das Nações Unidas, Miguel Ángel Moratinos, condenou “ataque bárbaro” à Basílica de Notre Dame, em Nice, na França; atentado matou duas mulheres e um homem a facadas.

África aposta em tecnologia para transformar sistemas agrícolas e agroalimentares 
BR

FAO e ministros da Agricultura ressaltam inovação e maior uso de meios digitais em evento; Angola, Cabo Verde e Guiné-Bissau citados como exemplos em projetos de combate à pobreza. 

Prevenir crises de saúde e pandemias é 100 vezes mais barato que remediar 
BR

Novo relatório sobre biodiversidade e pandemias é assinado por 22 especialistas de todo o mundo; agência calcula riscos de infecção por até 850 mil vírus desconhecidos na natureza e pede ações de governos; documento relaciona atividades humanas às pandemias.

La Niña entra em ação e deve perdurar até 2021, segundo agência da ONU 
BR

Fenômeno meteorológico deve ter intensidade moderada a forte alterando temperaturas e precipitação em muitas partes do mundo; ONU e parceiros esperam consequências para agricultura, saúde, recursos hídricos e gestão de desastres.

Pandemia causou perda de quatro meses a alunos de países pobres 
BR

Levantamento feito por Banco Mundial, Unicef e Unesco revelou que crianças de nações de baixa e média rendas ficaram 16 semanas sem aulas, 10 a mais que estudantes de países ricos. 

Covid-19 ditou queda de 70% em chegadas de turistas internacionais  
BR

Redução ocorreu em oito meses; dados da OMT apontam 81% em julho e 79% em agosto; visitas diminuíram 700 milhões quando comparadas ao mesmo período do passado; situação provocou perdas de receita na ordem de US$ 730 bilhões.