Mulheres

ONU: “nenhuma mulher deve morrer por ser mulher”
BR

Feminicídio mata 12 mulheres por dia na América Latina; região tem 14 dos 25 países com os mais altos índices assassinatos de mulheres no mundo; 98% dos homicídios relacionados ao gênero não chegam à justiça.

Destaque ONU News Especial - 17 de setembro de 2018

Esta terça-feira começa a 73ª Sessão da Assembleia Geral. Conheça neste #DestaqueONUNewsEspecial a presidente María Fernanda Espinosa, que substituirá o eslovaco Miroslav Lajcák. María Fernanda Espinosa é a quarta presidente de sexo feminino a liderar o órgão. Pela primeira vez na história, o posto é ocupado por uma mulher da América Latina e Caribe.

Escritório da ONU na Guiné-Bissau aplaude lei sobre igualdade de género

Carta aberta foi divulgada pelo Uniogbis nesta quarta-feira; quota mínima de 36% de mulheres candidatos a cargos eletivos deve permitir mais avanços para a igualdade de género na política.

Deputada diz que Guiné-Bissau deve dar exemplo de representação feminina

Autora da lei que determinou o país a acatar uma quota mínima de 36% de mulheres candidatas a cargos eletivos, parlamentar Suzi Barbosa falou à ONU News sobre como a legislação deve alterar o cenário político guineense num futuro próximo.