Mulheres

Unicef: nível de crianças vítimas de conflitos é chocante
BR

Menores de idade raptados por grupos extremistas; crianças mortas em países como Afeganistão e outras obrigadas a explodir bombas na África; agência da ONU pede que brutalidade não seja a nova norma.

Entrevista: Francisco Duarte Lopes

Embaixador de Portugal junto às Nações Unidas fala à ONU News sobre as prioridades de seu país na cooperação com a organização em 2018.

Portugal vai priorizar oceanos, alterações climáticas, missões de paz e Cplp
BR

Agenda foi divulgada pelo embaixador do país junto às Nações Unidas durante entrevista à ONU News sobre os destaques da cooperação do país com a organização internacional em 2018; nação continuará ativo em operações de paz na África.

Debate sobre reforma do Conselho de Segurança completará 25 anos
BR

África do Sul introduz direitos humanos nos currículos escolares a partir de 2018

Mundo terá 1,8 bilhão de turistas internacionais até 2030
BR

Para secretário-geral da Organização Mundial do Turismo, isso pode ser um desastre ou uma oportunidade para o planeta; meta é garantir que turismo sustentável, de acordo com os ODSs.

Entrevista: Francisco Duarte Lopes

O embaixador de Portugal junto às Nações Unidas, em Nova Iorque, destaca o que pode ser feito pelos países lusófonos em apoio à Guiné-Bissau nos esforços para sair da crise político-institucional que dura mais de dois anos.

Entrevista: Mauro Vieira

Embaixador do Brasil junto às Nações Unidas abre uma série especial do Destaque ONU News falando sobre as prioridades de seu país na cooperação com a organização em 2018.

Portugal destaca que papel da Cplp é fundamental no apoio à Guiné-Bissau
BR

Embaixador português junto à ONU acredita em influência positiva de Estados-membros para solução da crise; Portugal participa em três das cinco organizações parceiras que acompanham processo para consolidar a paz na nação africana.

Unicef avalia 2017 como um “ano horrível” para as crianças do Iêmen
BR

Somente em dezembro, mais de 80 menores foram mortos ou ficaram feridos devido ao conflito; milhões enfrentam epidemia de cólera, fome e sofrem com a falta de acesso ao sistema de saúde.