Assuntos da ONU

ONU vai debater medidas para proteger civis na Líbia, diz Ban

Secretário-Geral manifesta preocupação com acções militares do exército; Segundo agências de notícias, bombardeamentos atingem várias cidades do leste e oeste.

São Tomé faz reunião sobre tratado contra pequenas armas
BR

Ban enviou mensagem ao encontro pedindo que países da África Central ratifiquem documento o mais rápido possível em apoio à paz e à estabilidade.

Tratado contra pequenas armas discutido em São Tomé

Ban enviou mensagem ao encontro pedindo que países da África Central ratifiquem documento o mais rápido possível em apoio à paz e à estabilidade.

Aiea envia técnicos ao Japão após explosões em reatores
BR

Equipe de monitoramento ambiental vai ajudar japoneses a responder ao derretimento parcial de reatores na central de Fukushima após terremotos; imperador diz, em rede nacional, que está ‘profundamente preocupado’.

Anunciado novo comandante das forças da ONU em Cote d’Ivoire

Major-general Gnakoudè Béréna serviu na Guiné-Bissau como comandante da Ecomog.

Aumenta tensão nos campos de refugiados nas fronteiras da Líbia

Número de pessoas que fogem aos confrontos está perto de 300 mil; OIM relata momentos de sofrimento de migrantes que aguardam por voos de repatriamento.

Impunidade será um dos temas da visita de Ban à Guatemala
BR

ONU e governo local formaram Comissão para apoiar o país centro-americano no combate a organizações clandestinas de segurança; homicídios de mulheres é outro grande desafio para a polícia local.

ONU quer mais apoios para gerir transição na Somália

Representante do Secretário-Geral da ONU no país defende ajustes entre partes do acordo de Djibuti; autoridades conquistam áreas controladas por insurgentes.

ONU disposta a apoiar o Japão após explosões em central nuclear

Agência Internacional de Energia Atômica foi notificada sobre o acidente na central nuclear de Fukushima Daichi no domingo; governo ordenou evacuação em raio de até 20km do local.

ONU preocupada com uso da força contra manifestantes no Iêmen
BR

Em nota, Ban Ki-moon disse que governo e oposição têm que chegar a um entendimento para o diálogo; protestos já mataram ao menos 43.