Ajuda humanitária

Na pandemia, portos de Angola e Moçambique podem dinamizar resposta regional
BR

Diretora do PMA para África Austral e Oceano Índico pede instalações portuárias abertas para servir sub-região com 16 países; covid-19 levou a readaptar apoio a milhares de vítimas de ciclones e refugiados.

Guterres diz que este não é o momento de reduzir recursos da Organização Mundial da Saúde
BR

Para secretário-geral das Nações Unidas é absolutamente essencial garantir o combate à covid-19; declarações do chefe da ONU foram feitas na sequência do anúncio do presidente dos Estados Unidos de que suspenderá a contribuição americana para a agência.

Covid-19: ONU doa 250 mil máscaras de proteção à cidade de Nova Iorque
BR

Equipamento será para uso de profissionais de saúde que trabalham na área; organização faz chegar doação ao gabinete do prefeito da cidade com mais de 52 mil casos confirmados do novo coronavírus.

OMS realça quarentena “para o bem” de afetados por covid-19 em Moçambique  
BR

Agência diz que obediência serve para maior proteção individual, de famílias e comunidades; mais dois casos foram confirmados desde domingo, quando o país notificou a chegada da doença; Moçambique junta-se a Portugal, Brasil e Cabo Verde com maior número de casos notificados em nações de língua portuguesa. 

Mortes por coronavírus ultrapassam 7 mil, melhores formas de se proteger, praga de gafanhotos

Neste Destaque ONU News, apresentado por Alexandre Soares, fique a saber como a Unesco ajuda os alunos que estão fora da escola devido ao novo coronavírus, quais as melhores formas de se proteger da pandemia e, por fim, saiba como está a progredir a praga de gafanhotos do deserto no leste de África.

Gafanhotos do deserto podem ameaçar colheitas entre maio e junho, diz ONU 
BR

Programa Mundial de Alimentos, PMA, alertou para densas nuvens recentes no leste da África: Quênia, Etiópia e Somália são os países mais afetados. 

Um ano após ciclone Idai, milhões de pessoas ainda precisam de ajuda em Moçambique 
BR

Desastre natural aconteceu entre 14 e 15 de março de 2019; 2,5 milhões de pessoas precisam de ajuda humanitária devido aos ciclones, secas e inundações que afetaram o país.  

PMA forçado a reduzir apoio a vítimas do ciclone Idai em Moçambique
BR

Programa Mundial para a Alimentação, PMA, cortou pela metade as rações alimentares devido à falta de fundos afetando cerca de 525 mil pessoas na província de Sofala; apoio deve ser reduzido totalmente, ainda este mês, se problema de financiamento não for resolvido; desastre faz um ano neste 15 de março.

“Está na hora de agir”, alertam agências da ONU sobre praga de gafanhotos 
BR

Comunicado destaca risco de se pagar 15 vezes mais do que seria investido agora com danos; agências humanitárias conseguiram somente 23% dos US$ 138 milhões necessários para lidar com a situação.  

ONU em Moçambique pede US$ 120 milhões para seguir assistindo vítimas dos ciclones
BR

Representante da organização e coordenadora humanitária no país, Myrta Kaulard, explicou que quantia servirá para necessidades mais urgentes; outros US$ 40 milhões devem ser aplicados para combater insegurança alimentar e seca.