Ajuda humanitária

ONU lança apelo urgente de US$ 187 milhões para apoiar 500 mil pessoas após terremoto no Haiti
BR

Tremor de 7.2 na escala Richter atingiu país em 14 de agosto, dias antes de uma tempestade tropical que passou pelas mesmas áreas afetadas; crise política, socioeconômica e violência de gangues são alguns dos desafios antes do desastre; quase 46% da população enfrentam insegurança alimentar no país mais pobre das Américas.

Vice-chefe da ONU elogia resiliência dos haitianos e reafirma apoio
BR

Amina Mohammed falou a jornalistas no encerramento da visita oficial ao Haiti, onde ela se reuniu com primeiro-ministro do país, representantes da sociedade civil e vítimas do terremoto; Mohammed visitou Les Cayes e prestou tributo às vítimas do sismo.

Agência para Migrações prioriza assistência humanitária em Cabo Delgado
BR

Diretor-geral da OIM, António Vitorino, visitou região que já produziu mais de 800 mil desalojados pela violência na província do norte de Moçambique; metade são crianças; vítimas dos combates entre forças do governo e grupos armados não-estatais precisam de apoio psicossocial.

ONU marca Dia Mundial dos Trabalhadores Humanitários com campanha pelo clima
BR

Secretário-geral, António Guterres, gravou mensagem sobre efeitos de desastres naturais para profissionais de assistência humanitária em várias partes do mundo; 19 de agosto é a data do ataque terrorista à sede da ONU em Bagdá, em 2003, que matou 22 pessoas incluindo o brasileiro Sergio Vieira de Mello.

Terremoto no Haiti afetou 1,2 milhão de haitianos, metade são crianças
BR

Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, informa que os departamentos mais atingidos pelo sismo são Nippes e Grand’Anse; situação foi agravada com a passagem da tempestade tropical Grace, na segunda-feira. 

Um ano após explosão, Beirute carece de solidariedade global para o fim de crises
BR

ONU renova pedido de investigação imparcial, completa e transparente um ano após tragédia no porto da capital do Líbano; metade da população vive na pobreza; um terço dos habitantes enfrenta insegurança alimentar.

Campanha global pede 100 minutos de atividade para impulsionar ação climática
BR

Em #ACorridaHumana, cada minuto corresponde a US$ 1 bilhão necessários por ano para mitigação e adaptação; mobilização apoia os mais afetados pelo fenômeno; ultramaratonista brasileira Fernanda Maciel apoia iniciativa que acontece três meses antes da COP-26. 

ONU: mais de 950 mil pessoas enfrentam fome severa no norte de Moçambique  
BR

Agência aumenta resposta e pretende apoiar 750 mil deslocados internos e membros das comunidades de acolhimento; crianças são as mais afetadas com taxas de desnutrição crônica atingindo níveis alarmantes. 

Moçambique: famílias separadas pela violência precisam de ajuda urgente

A Agência da ONU para Refugiados, Acnur, disse que o número de pessoas deslocadas pelos recentes ataques no norte de Moçambique continua a aumentar. Desde 24 de março, mais de 19 mil pessoas fugiram de Palma para as cidades de Nangade, Mueda, Montepuez e Pemba. Quase 700 mil pessoas, principalmente mulheres, crianças e idosos, estão deslocadas internamente no norte de Moçambique, como resultado de ataques e violência recorrentes por grupos armados não estatais desde outubro de 2017.

FAO se une a governos na África para combater praga de gafanhotos do deserto 
BR

Parceria da ONU destaca segmentação exata, pulverização precisa e monitoramento de perto como prática padrão para estancar destruição causada pelas nuvens de gafanhotos; especialistas recomendam aplicação responsável, eficiente e segura de pesticidas, operações protegem mais de 34 milhões de pessoas de insegurança alimentar.