Ajuda humanitária

PMA forçado a reduzir apoio a vítimas do ciclone Idai em Moçambique
BR

Programa Mundial para a Alimentação, PMA, cortou pela metade as rações alimentares devido à falta de fundos afetando cerca de 525 mil pessoas na província de Sofala; apoio deve ser reduzido totalmente, ainda este mês, se problema de financiamento não for resolvido; desastre faz um ano neste 15 de março.

“Está na hora de agir”, alertam agências da ONU sobre praga de gafanhotos 
BR

Comunicado destaca risco de se pagar 15 vezes mais do que seria investido agora com danos; agências humanitárias conseguiram somente 23% dos US$ 138 milhões necessários para lidar com a situação.  

ONU em Moçambique pede US$ 120 milhões para seguir assistindo vítimas dos ciclones
BR

Representante da organização e coordenadora humanitária no país, Myrta Kaulard, explicou que quantia servirá para necessidades mais urgentes; outros US$ 40 milhões devem ser aplicados para combater insegurança alimentar e seca.

ONU pede US$ 877 milhões para garantir serviços essenciais a refugiados rohingyas
BR

Mais de 1,2 milhão de pessoas que pedem abrigo e membros de comunidades bengaleses devem ser beneficiadas por novo plano humanitário; currículo escolar de Mianmar pode ser implementado para alunos rohingyas em Bangladesh.

Novas doações reforçam combate ao gafanhoto do deserto no leste da África
BR

Alemanha e União Europeia anunciam juntas € 28 milhões; FAO diz que nuvens de insetos se espalharam para áreas já afetadas por insegurança alimentar.

Agências das Nações Unidas querem mais ação para combater praga de gafanhotos
BR

Em comunicado conjuntos, chefes da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, FAO, do Programa Mundial de Alimentos, PMA, e do Escritório de Assistência Humanitária disseram que a hora de pagar é agora para evitar uma conta mais cara depois.

Guterres: “É preciso romper o círculo vicioso de violência e sofrimento na Síria”
BR

Quase 900 mil pessoas, a maioria mulheres e crianças, tiveram que fugir por causa dos últimos combates no país; secretário-geral contou a correspondentes que “esse pesadelo humanitário” tem que acabar.

Síria vive “uma de suas piores crises” com 800 mil pessoas deslocadas
BR

Escalada do conflito no noroeste do país árabe e temperaturas abaixo de zero agravam situação de civis; cerca de 80% dos forçados a fugir são mulheres e crianças.

Agências da ONU alertam para perigos de praga de gafanhotos em África
BR

Nuvens destes insetos podem consumir a mesma quantidade de alimentos de 35 mil pessoas em apenas um dia; Etiópia, Quênia e Somália já estão sendo afetados, outros seis países estão em risco; 11,9 milhões de pessoas sofrem com insegurança alimentar na região.

Quase 5 milhões de crianças precisarão de assistência humanitária no Sahel em 2020
BR

Segundo informações do Unicef, aumento da violência é a principal causa; Burkina Fasso, Mali e Níger são os países mais afetados; agência precisa de US$ 208 milhões para resposta humanitária.