Saúde

Refeições escolares do PAM beneficiam 66 milhões de crianças

Agência da ONU disse que financiamento seguro é vital para programas sustentáveis de alimentação nas escolas; iniciativa ajuda a reduzir níveis de doenças e problemas de saúde, estimula as crianças e melhora padrões educacionais.

PMA pede mais apoio para programas de refeição escolar
BR

Agência da ONU lembra que cerca de 66 milhões de meninos e meninas em idade escolar recebem alimentação através de programas específicos.

Envelhecimento da população mundial preocupa OMS

Nova Iorque é a primeira cidade a se juntar a uma rede global de centros urbanos que querem proporcionar um envelhecimento activo e sadio aos seus idosos.

Pobres aumentam na África Subsaariana

Pesquisa da ONU alerta para importantes mudanças demográficas que irão reforçar a interdependência económica global nas próximas décadas; estudo recomenda uma reforma significativa dos actuais mecanismos que governam a assistência ao desenvolvimento e o comércio e finanças internacionais.

OMS lança rede de cidades amigas dos idosos
BR

Nova York é a primeira a se juntar à causa e recebe certificado nesta terça-feira; cidades que participam da Rede Global devem identificar elementos do meio ambiente urbano para ajudar no envelhecimento ativo e sadio das pessoas.

Unicef quer proteger mães e bebés contra tétano (Português África)

Agência une-se a rede de voluntariado mundial para eliminar o tétano materno e neonatal; doença mata um bebé a cada nove minutos e 30 mil mães por ano, a maioria em países da África e no sul e leste da Ásia.

Consumo e tráfico ilícito de drogas são obstáculo ao desenvolvimento

Em mensagem pelo Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, comemorado este sábado, Ban Ki-moon diz que estupefacientes são uma ameaça para a saúde pública, meio ambiente e segurança dos estados.

Unicef e PAM reforçam combate a malnutrição infantil no Niger

A taxa de malnutrição aguda no país atingiu os 16,7% para crianças com menos de cinco anos, um nível acima do limiar de alerta de 15%; segundo dados da ONU, cerca de 7 milhões de pessoas no Niger, cerca de metade da população, enfrentam a ameaça da fome.