Saúde

Planeamento familiar melhora na Guiné-Bissau

Unfpa afirma que 10% das guineenses usam contraceptivos no país, que apesar de ser um valor baixo, é uma melhoria; uma em cada 13 mulheres morre durante a gravidez ou no parto.

OMS divulga últimos dados sobre a gripe A(H1N1) no mundo

Organização Mundial de Saúde diz que mais de 208 países, territórios internacionais e comunidades relataram pelo menos 12,220 mortes; transmissão permanece intensa no norte de África, sul da Ásia e em alguns países da costa do Mediterrâneo.

OMS: Mais de 12 mil mortes por gripe A(H1N1)
BR

Agência da ONU informa que as áreas mais ativas de transmissão do vírus H1N1 são a região central e leste da Europa; países como Georgia, Montenegro, Ucrânia, Grécia, Polônia, Bulgária, Sérvia e partes da Rússia são os mais afetados.

OMS vai monitorizar vírus H1N1 nos próximos 12 meses (Português África)

Margaret Chan, directora-geral da Organização Mundial da Saúde afirmou que ainda é cedo para declarar o fim da pandemia da gripe A(H1N1); vírus está espalhado em mais de 200 comunidades, cidades e países, com milhões de pessoas infectadas.

OMS: é cedo para declarar fim da pandemia da gripe A(H1N1)
BR

Diretora-geral da Organização Mundial da Saúde lembrou que o vírus está espalhado em mais de 200 comunidades, cidades e países, com milhões de pessoas infectadas; OMS deve continuar a monitorar a evolução das transmissões nos próximos seis a 12 meses.

2009 deve ser o ano mais difícil no Afeganistão, diz Unama (Português Brasil)

Dados da Missão da ONU no país mostram que só nos primeiros seis meses foram 1,013 mortes de civis no Afeganistão, um aumento de 24% desde o ano passado; o resultado é atribuído à piora da situação de segurança.

Programa de saúde do Acnur auxilia refugiados na RD Congo (Português África)

Projecto de investimento em planos de saúde tem recursos mensais de US$6 mil; o dinheiro para ajuda de uma família de refugiados até oito pessoas equivale a US$30 por mês.

OMS: Mais de 11 mil mortes por gripe A(H1N1)
BR

Último balanço da agência da ONU revela declínio de transmissões no Hemisfério Norte e na América do Sul; casos continuam em alta em partes da Europa e da Ásia.

Aiea vai ajudar África a combater a mosca tsé tsé

Insecto é responsável pela transmissão da tripanossomíase, ou doença de sono, que mata milhares de africanos todos os anos e causa enormes prejuízos económicos.