Clima e Meio Ambiente

Oceanos são inseparáveis das alterações climáticas e existenciais para o futuro

A Conferência dos Oceanos começa este 27 de junho, em Lisboa; às vésperas do evento, o porta-voz da reunião, Miguel de Serpa Soares, fala de alguns cenários na comunidade internacional. O também subsecretário-geral para Assuntos Jurídicos mencionou papel de mulheres e jovens para se alcançar o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável, ODS 14, que trata dos mares. Serpa Soares conversou com Eleutério Guevane.

Dia da Gastronomia Sustentável destaca produção local de alimentos
BR

ONU celebra data neste 18 de junho; apoiar pequenos produtores e consumo de alimentos tradicionais contribui para economia de comunidades e diminui desperdício; celebração lembra ODS2 sobre fome zero até 2030, embora problema venha se agravando e possa atingir até 840 milhões de pessoas.

Apelo por conservação marca Dia Mundial de Combate à Desertificação e à Seca
BR

Cerca de 55 milhões de pessoas perdem a vida devido ao problema em todo o mundo; mais de 75% da população pode sofrer com problema nas próximas décadas; degradação da terra, dos espaços naturais e da biodiversidade aumentam apreensão internacional.

Portugal teve o mês de maio mais quente desde 1931
BR

Segundo Organização Meteorológica Mundial, o país teve uma situação de seca severa afetando 97% do território; França também registrou maio mais quente de sempre; onda de calor intensa está se espalhando do Norte da África até a Europa. 

Fenômeno La Niña deve permanecer e prolongar secas e chuvas intensas
BR

Previsão é da Organização Meteorológica Mundial, OMM; fenômeno climático, responsável por agravar seca no Chifre da África, completaria terceiro ano consecutivo; estudos indicam que há cerca de 70% de chance que La Niña permaneça até este verão no Hemisfério Norte.

Angola, Cabo Verde e Moçambique na lista de países com risco de insegurança alimentar
BR

Relatório da ONU alerta para grave situação de fome provocada por conflitos, choques climáticos, pandemia, enormes encargos da dívida pública e a guerra da Ucrânia.

Oceanos: “Dependência desigual sobre recursos coloca os mais vulneráveis em perigo”
BR

Diretor do Escritório do Índice de Desenvolvimento Humano, Pedro Conceição destaca que Conferência da ONU sobre os Oceanos deve mostrar possibilidade de melhorar interação de forma sustentável com os mares; especialista acredita que pós-Covid-19 possa estimular investimentos necessários para proteção marinha.

Dia Mundial do Meio Ambiente alerta para impactos da degradação ambiental
BR

Nações Unidas marcam a data em 5 de junho; secretário-geral da ONU reforça mensagens da Conferência Stockholm+50 e pede ação concreta de governos; relator de direitos humanos afirma que paz é fundamental para alcançar Agenda 2030.

Na ONU, Portugal foca em clima, migração, economia azul, paz e segurança
BR

Em entrevista à ONU News, nova embaixadora do país nas Nações Unidas, Ana Paula Zacarias, fala sobre importância da Conferência dos Oceanos, marcada para 27 de junho, em Lisboa; ela destacou ainda a presença do país na Comissão de Consolidação da Paz, Pacto Global de Migrações e a campanha para um assento rotativo no Conselho de Segurança para o biênio 2027-2028.

Em Estocolmo, Guterres pede “fim da guerra suicida contra a natureza”
BR

Secretário-geral da ONU discursa na abertura da conferência que marca os 50 anos do movimento ambientalista; ele lembra que se consumo global estivesse ao mesmo nível dos países mais ricos, seriam necessários mais de três planetas Terra.