África

União Europeia ajuda a promover ação climática em Moçambique
BR

PMA e FAO implementarão iniciativa Ação Pró-Resiliência em programas até 2022; pessoas vulneráveis e sob risco de enfrentar insegurança alimentar serão priorizados.

Como três países de língua portuguesa na África estão enfrentando a pandemia

Neste Destaque ONU News, apresentado por Monica Villela Grayley, saiba como Moçambique, Angola e Guiné-Bissau estão enfrentando a pandemia.

Coordenador da ONU reúne-se com presidente de Angola para abordar resposta a pandemia
BR

Nações Unidas alteraram Quadro de Cooperação com o país para disponibilizar US$ 12,5 milhões de imediato e ajudar resposta do governo; até sexta-feira, país lusófono tinha 19 casos confirmados de covid-19, com duas vítimas mortais.

Em estado de emergência, ONU pede foco em parcerias para conter covid-19 em Angola 
BR

Representante defende que atuação pode deter alastramento do vírus; país deverá testar todas as pessoas com gripe sazonal; autoridades confirmaram três casos positivos.

OMS realça quarentena “para o bem” de afetados por covid-19 em Moçambique  
BR

Agência diz que obediência serve para maior proteção individual, de famílias e comunidades; mais dois casos foram confirmados desde domingo, quando o país notificou a chegada da doença; Moçambique junta-se a Portugal, Brasil e Cabo Verde com maior número de casos notificados em nações de língua portuguesa. 

Guiné-Bissau precisa acelerar aprovação de plano de contingência contra covid-19 
BR

Em entrevista à ONU News, representante da agência da Organização Mundial da Saúde, em Bissau, afirma que país pode ter casos “a qualquer momento”; novo coronavírus já chegou às nações vizinhas; OMS assistiu Guiné-Bissau com a capacidade de diagnóstico.

Um ano após ciclone Idai, milhões de pessoas ainda precisam de ajuda em Moçambique 
BR

Desastre natural aconteceu entre 14 e 15 de março de 2019; 2,5 milhões de pessoas precisam de ajuda humanitária devido aos ciclones, secas e inundações que afetaram o país.  

PMA forçado a reduzir apoio a vítimas do ciclone Idai em Moçambique
BR

Programa Mundial para a Alimentação, PMA, cortou pela metade as rações alimentares devido à falta de fundos afetando cerca de 525 mil pessoas na província de Sofala; apoio deve ser reduzido totalmente, ainda este mês, se problema de financiamento não for resolvido; desastre faz um ano neste 15 de março.

ONU em Moçambique pede US$ 120 milhões para seguir assistindo vítimas dos ciclones
BR

Representante da organização e coordenadora humanitária no país, Myrta Kaulard, explicou que quantia servirá para necessidades mais urgentes; outros US$ 40 milhões devem ser aplicados para combater insegurança alimentar e seca.

Agências das Nações Unidas querem mais ação para combater praga de gafanhotos
BR

Em comunicado conjuntos, chefes da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, FAO, do Programa Mundial de Alimentos, PMA, e do Escritório de Assistência Humanitária disseram que a hora de pagar é agora para evitar uma conta mais cara depois.