África

Diretor da OMS avaliou resposta a surto de ebola na RD Congo

Até domingo, 39 novos casos da doença tinham sido relatados e 18 pessoas tinham morrido; OMS está preocupada com proximidade do novo surto a centros urbanos.

Especialista quer união de esforços para fim da malária em países da Cplp

Em Coimbra, professor angolano Filomeno Forte chamou a atenção sobre as responsabilidades pela fraca atuação comunitária; declarações foram feitas no Encontro Regional da Cimeira Mundial da Saúde, o primeiro em Portugal.

Serviço e Sacrifício: Nigéria, um especial sobre operações de paz

Desde 1960, a Nigéria tem sido um grande contribuinte de tropas e de policiais para as operações de paz das Nações Unidas, servindo em dezenas de missões. Mais recentemente, as tropas nigerianas foram “a espinha dorsal” militar da Missão da ONU na Libéria, Unmil, entre 2003 e 2018, ajudando a restaurar a segurança em um país que enfrentou uma guerra civil brutal.

O sonho de Salita, a camponesa moçambicana de Moamba

Relembre a história da jovem que durante o dia trabalha mais de 10 horas na enxada e à noite vai à escola para  se tornar agrônoma; este ano, a ONU debate desafios e oportunidades para meninas e mulheres rurais durante a 62a. sessão da Comissão sobre o Estatuto da Mulher; encontro ocorre em Nova Iorque até 23 de março.

Banda africana e OIM utilizam música para educar sobre perigos da migração

Agência fez parceria com banda Degg J Force 3 para incentivar jovens a permanecer nos seus países evitando a migração irregular; lançamento de vídeo juntou mais de 10 mil jovens na Guiné Conacri.

Mulheres da RD Congo confiam nas boinas-azuis femininas da ONU

Militar que integra contingente do Uruguai, Natalia Gallardo, participou da Missão da ONU na República Democrática do Congo, Monusco, e disse que as mulheres congolesas sentem-se mais à vontade com as militares para conversar sobre determinados problemas e pedir ajuda.

ONU saúda intenção de reforma do governo da Etiópia

Porta-voz do secretário-geral da ONU diz que organização vai continuar a apoiar o país africano; Segundo Stephane Dujarric, é importante evitar atos que violem direitos humanos e liberdades fundamentais dos cidadãos.