África

Unicef apoia primeira fábrica de tijolos feitos de plástico reciclado de África

Iniciativa na Cote d’Ivoire vai permitir construção de 500 salas de aula para mais de 25 mil crianças marfinenses; tijolos são resistentes ao fogo, 40% mais baratos, 20% mais leves e têm uma durabilidade superior em centenas de anos.

OMS elogia medidas no Ruanda que evitam chegada do vírus ebola

Banco Mundial anunciou até US$ 300 milhões para ampliar combate à emergência de saúde pública de preocupação internacional; desde início do surto, 2.612 pessoas já foram contaminadas e 1.756 morreram.

Portugal ainda poderá ter forças de paz na República Centro-Africana em 2021

Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas portuguesas disse à ONU News que opção tem sido considerada, apesar da operação de paz ser uma das que traz maiores desafios; 176 militares portugueses participam na missão das Nações Unidas.

Ciclones podem aumentar para 1,9 milhão o número de moçambicanos enfrentando insegurança alimentar

PMA destaca difícil situação que vai prevalecer até próxima safra prevista para março no país; cerca de 900 mil beneficiários são de áreas afetadas pelo ciclone Idai e 100 mil de regiões assoladas pelo ciclone Kenneth.

O poder de rainhas e guerreiras que Angola trouxe para reflexão sobre igualdade de género

Assembleia Geral convidou primeira-dama angolana para 2ª reunião do Grupo de Mulheres Líderes pela Igualdade do Género; representante destacou educação  como factor principal de desenvolvimento e paridade.

RD Congo confirma primeiro caso de ebola em cidade com mais de 2 milhões de pessoas
BR

Diretor-geral da OMS diz que situação pode ser um divisor de águas na epidemia na reunião de alto nível que acontece em Genebra; Comitê de Emergência será reunido o mais rapidamente possível.

Unicef e parceiros lançam programa de acesso à educação na Somalilândia
BR

Mais da metade das crianças na Somalilândia estão fora da escola na região administrativa semiautônoma da Somália; programa terá duração de três anos; orçamento total é de US$ 64 milhões.

Chefe da ONU vive “força” do povo moçambicano em área atingida por ciclone

António Guterres fecha visita a Moçambique após interagir com crianças em salas de aula sem teto, mulheres cultivando sem ferramentas e pessoas que não podem ver, ouvir ou falar; sobreviventes relataram episódios de destruição e esperança.

Mulheres da Guiné-Bissau preparam-se para melhorar estratégias para eleições

Apoio da ONU pretende melhorar prestação em próximas votações; organização apoiou  ateliê analisou lições das legislativas de 10 de março.*

Em Moçambique, Guterres pergunta “Quantos tiveram a casa destruída?” e todos levantam o braço

Escola com centenas de crianças na segunda maior cidade de Moçambique continua a operar sem teto; chefe da ONU esteve com pessoas com deficiências que sofreram com o desastre natural da África Austral em décadas; secretário-geral visita campo de reassentamento.*