Últimas notícias

Aiea alerta para perigo de armas nucleares em “mãos erradas”
BR

A porta-voz da Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, Melissa Fleming, fez um alerta sobre o perigo de armas nucleares nas mãos do que ele chamou de terroristas.

Ban Ki-moon promete priorizar combate à pobreza na África
BR

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que a África é prioridade em sua agenda de trabalho. Ban reuniu-se com o presidente do Quênia, Mwai Kibaki, durante uma visita oficial ao país.

Vladimir Monteiro, 30/01/07

Encarregado de informação da Onugbis fala sobre suspensão do mandado de prisão ao ex-premiê da Guiné-Bissau, Carlos Gomes Júnior.

José Graça Aranha, 30/01/07

O diretor do setor de Marcas, Desenhos Industriais e Indicações Geográficas, da Ompi, disse à Rádio ONU, de Genebra, que a pirataria causa prejuízo a todos.

Alcina Abreu, 30/01/07

A Ministra dos Negócios Estrangeiros de Moçambique falou à Rádio ONU, de Addis-Abeba, sobre as conclusões da cimeira da União Africana.

Relatório da OMT diz que turismo em África duplicou

Um relatório da Organização Mundial do Turismo, OMT, revelou que mais de 840 milhões de pessoas viajaram durante o ano 2006, o que representa um crescimento de 4,5% em relação ao ano anterior.

Rainha Rania da Jordânia é Promotora Eminente para a Infância

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, indicou a Rainha Rania (foto) da Jordânia a primeira Promotora Eminente para a Infância.

Acnur mobiliza 19,7 milhões de dólares para assistir refugiados em Darfur

O Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, Acnur, lançou um apelo para mobilizar US$ 19,7 milhões em ajuda a refugiados na província de Darfur, no Sudão e aos deslocados na República do Chade, no leste da África.

Secretário-Geral da ONU chega ao Quénia para visita a funcionários

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon chegou a Nairobi, capital do Quénia, para se reunir com funcionários das Nações Unidas no país.

Custos de pirataria e falsificação ultrapassam os US$ 100 biliões

Um relatório da Organização Mundial de Propriedade Intelectual das Nações Unidas, Ompi, sugere que o equivalente a mais de 100 biliões de dólares são perdidos todos os anos para falsificação e pirataria de produtos.