10 dezembro 2019

Hamangaí Pataxó da associação brasileira Engajamundo, foi uma das cinco participantes da Cúpula de Jovens Ativistas, que aconteceu esta terça-feira na sede das Nações Unidas em Genebra.

Em entrevista à ONU News, a jovem indígena disse que era “uma honra” estar ao lado das outros ativistas e conhecer suas histórias.  Para ela, foi um exemplo “muito inspirador.”

Hamangaí Pataxó  afirmou que estava no evento “para denunciar as violações que os povos indígenas no Brasil estão enfrentando."

A jovem  já representou as suas comunidades em outros eventos internacionais. No ano passado, participou na Conferência da ONU sobre o Clima, COP24, em Katowice, na Polônia.

A jovem disse que a sua comunidade na Bahia tem mais de 2 mil pessoas e ela tem um compromisso com a sua causa. A indígena afirmou que precisa “continuar a luta” que os seus antepassados começaram.

Pataxó contou que faz este trabalho "pensando não só na juventude, como também nas novas gerações. "

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Indígena brasileira é destaque em Cúpula de Jovens Ativistas

Hamangaí Pataxó, da associação brasileira Engajamundo, foi uma das cinco participantes de encontro em Genebra; vencedora do Prêmio Nobel da Paz de 2018 Nadia Murad foi convidada de honra.