ONU News entrevista brasileira vencedora do Jovens Campeões da Terra BR

Desde criança, Anna Luísa já queria ser cientista.

Esse prêmio fornece uma grande oportunidade para a gente de fazer conexões com pessoas na África e até na Ásia para tentar expandir essa tecnologia.

Anna Luísa Beserra , Jovem Campeã da Terra, criadora do Aqualuz

Pnuma/Todd Brown
Desde criança, Anna Luísa já queria ser cientista.

ONU News entrevista brasileira vencedora do Jovens Campeões da Terra

ODS

A jovem Anna Luísa Beserra, de 21 anos, criou o Aqualuz, uma tecnologia que purifica água por meio de radiação ultravioleta.

Sete jovens empreendedores com menos de 30 anos foram reconhecidos por suas grandes ideias para mudanças ambientais. Entre os novos Jovens Campeões da Terra, anunciados nesta terça-feira, está Anna Luísa Beserra, que venceu na categoria América Latina e Caribe.

O Jovens Campeões da Terra é o principal prêmio da ONU para jovens de 18 a 30 anos com ideias inovadoras e arrojadas para solucionar os desafios ambientais mais urgentes do nosso tempo.

Soundcloud

Aqualuz

De acordo com o Pnuma, o Aqualuz é uma invenção de baixo custo, fácil manutenção e pode durar até 20 anos. A iniciativa já distribuiu água potável para 265 pessoas e alcançará mais 700 ainda este ano.

Embora tenha sido testado apenas no Brasil, o dispositivo tem potencial para ser aplicado em outros países. Os vencedores do Jovens Campeões da Terra receberão o prêmio durante a Cerimônia em Nova Iorque, no dia 26 de setembro, coincidindo com a reunião anual da Assembleia Geral das Nações Unidas e o Encontro de Cúpula de Ação Climática.

Angolana e brasileira vencem o prêmio Campeões da Terra