Perspectiva Global Reportagens Humanas

Causas das temperaturas extremas em janeiro

Sede da ONU em Genebra, na Suiça

As mudanças climáticas vêm acontecendo e já têm se observado esses padrões com maiores frequências

Reinaldo Silveira , especialista em meteorologia

Daniel Johnson/UNOG
Sede da ONU em Genebra, na Suiça

Causas das temperaturas extremas em janeiro

Clima e Meio Ambiente

Especialista do Sistema Meteorológico do Paraná Reinaldo Silveira explica as causas dos recordes de temperatura, altos e baixos, registrados em janeiro;  Silveira destaca a relação destes fenômenos com as mudanças climáticas, dizendo que essa ligação ainda não é descrita com muita clareza. 

O mês de janeiro foi marcado por temperaturas de alto impacto em muitas partes do mundo. Os efeitos no Brasil e em Moçambique são mencionados pela nova análise da Organização Meteorológica Mundial, OMM.

Os relatos vão desde o frio extremo na América do Norte, ao calor e aos incêndios na Austrália. Também há dados de altas temperaturas e chuvas na América do Sul e neve forte nos Alpes e Himalaias.

Em entrevista à ONU News, o especialista do Sistema Meteorológico do Paraná Reinaldo Silveira diz que “é muito difícil prever” se estes recordes de temperaturas, baixas e altas, continuaram a acontecer.

Falando de Curitiba, no Brasil, Silveira explicou que “é importante distinguir o que seria o padrão de tempo, curto e médio prazo, com padrões de muitos e muitos anos, ao redor de 100 anos.”

Soundcloud