Daniela Mercury: a baiana que defende e canta os direitos humanos

Cantora brasileira Daniela Mercury

Sempre vivi muito comprometida com as questões da humanidade

Daniela Mercury , cantora

Célia Santos
Cantora brasileira Daniela Mercury

Daniela Mercury: a baiana que defende e canta os direitos humanos

Assuntos da ONU

Uma das cantoras brasileiras mais aplaudidas da atualidade, Daniela Mercury compartilhou com a ONU News o trabalho que tem desenvolvido na promoção dos direitos humanos no Brasil. A baiana tem usado a sua música, ao longo das últimas três décadas, para aproximar as diferenças e promover o respeito entre todos.

Daniela Mercury dedicou o seu clássico show da virada de Salvador, na Bahia, à Declaração Universal dos Direitos Humanos. Os 70 anos desse documento fundamental da ONU serviram para a cantora chamar a atenção para a importância do respeito e a promoção dos direitos humanos.

A ONU News conversou com a brasileira que é também embaixadora do Unicef há mais de 23 anos. Daniela Mercury explicou as campanhas que tem apoiado e como a sua música aborda questões que são fundamentais para a humanidade. Racismo, desigualdades e direitos humanos são alguns dos temas que a cantora faz questão de incluir no seu trabalho.

A cantora acredita que a arte, em geral, e a música, em particular, são uma forma de quebrar barreiras e de promover a compreensão, a tolerância e a fraternidade entre todos.

Daniela Mercury marca 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos