"Não existe falta de alimentos no mundo, existe a falta de acesso aos alimentos"

María Fernanda Espinosa fala de como a migração pode ser uma oportunidade para sociedades de destino de migrantes

É um problema mundial dos excessos. Do alto consumo e dos estilos inadequados de alimentação, e ao mesmo tempo, dos excessos da falta de medidas de redistribuição dos alimentos.

ONU News
María Fernanda Espinosa fala de como a migração pode ser uma oportunidade para sociedades de destino de migrantes

"Não existe falta de alimentos no mundo, existe a falta de acesso aos alimentos"

Migrantes e refugiados

A presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, María Fernanda Espinosa, disse que os desequilíbrios de acesso a alimentos têm maior impacto em áreas mais pobres do planeta.

 

Esta semana, a organização acolheu sessões especiais com várias agências alertando para o aumento da obesidade e de pessoas que passam fome. As principais razões para esse crescimento inclui conflito, desequilíbrios no consumo e estilos de vida.

María Fernanda Espinosa fala de como a migração pode ser uma oportunidade para sociedades de destino de migrantes e para promover uma alimentação saudável e nutrição adequada em nível mundial.

 

María Fernanda Espinosa explica problema da fome