24 setembro 2018

Nações Unidas inauguraram estátua de Mandela na sede em Nova Iorque; homenagem ao antigo presidente da África do Sul contou com presença da sua viúva, do secretário-geral e de líderes globais.

As Nações Unidas inauguraram esta segunda-feira, na sua sede em Nova Iorque, uma estátua do líder sul-africano Nelson Mandela. A obra foi uma oferta do governo da África do Sul.

Na cerimônia, o chefe das Nações Unidas, António Guterres, disse que Mandela é “um dos grandes líderes da humanidade”. O evento contou com a presença da viúva de Mandela, Graça Machel, que é também membro dos The Elders, um grupo de antigos líderes.

Em declarações exclusivas à ONU News, Machel falou sobre a importância deste dia. 

"A vida e a obra de Nelson Mandela a revisitar as razões que levaram à constituição das próprias Nações Unidas. Prevenir conflitos, resolver e acabar com conflitos. E ele representa o exemplo de como isso se pode fazer, mesmo nas condições mais difíceis. Ser capaz de reconhecer a necessidade de negociar, e negociar em boa fé. Aceitar a reconciliação, para que se possa construir uma nação unida. Esse é o significado desse dia para mim. "

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud