A importância da amamentação na primeira hora de vida

Especialista em nutrição infantil do Unicef, Maaike Arts.

O aleitamento materno é muito importante para os bebês em todos os países. Ajuda a sobreviver, a crescer, ao desenvolvimento, e ajuda a prevenir doenças crônicas.

Maaike Arts , especialista em nutrição infantil do Unicef

Unicef/Nova Iorque.
Especialista em nutrição infantil do Unicef, Maaike Arts.

A importância da amamentação na primeira hora de vida

Saúde

Maaike Arts é especialista em nutrição infantil do Fundo da ONU para a Infância, Unicef; nesta entrevista, ela explica as principais conclusões de um relatório que mostra que mais de metade das crianças não são amamentadas na primeira hora de vida.

Todos os anos, cerca de 78 milhões de bebês, ou três em cada cinco recém-nascidos, não são amamentados na primeira hora de vida. A conclusão faz parte de um relatório da Organização Mundial da Saúde, OMS, e do Fundo da ONU para a Infância, Unicef, publicado esta terça-feira.

Em entrevista à ONU News, a especialista em nutrição infantil do Unicef Maaike Arts explica porque é importante amamentar um recém-nascido logo após o parto.

A nutricionista também indica os vários motivos para que estes números sejam tão baixos e explica porque continua a ser importante promover esta prática em todo o mundo. Segundo ela, “começar na primeira hora é muito importante para prevenir as mortes nas crianças e para começar o aleitamento materno da melhor maneira”.