Cobertura da ONU News sobre a Covid-19
O surto foi notificado, primeiramente, em Wuhan, na China, em 31 de dezembro de 2019.

Esta seção traz informações e diretrizes sobre a Organização Mundial da Saúde e as Nações Unidas a respeito da nova cepa do coronavírus (2019-nCoV), registrada em Wuhan, em dezembro.  Acesse aqui para atualizações diárias. A OMS está atuando de perto com especialistas, governos e parceiros para levar conhecimento científico e informações ao maior número de pessoas. A agência também quer rastrear a disseminação e a virulência da Covid-19 para fornecer aconselhamento aos países e indivíduos sobre as medidas a tomar na proteção da saúde e na prevenção do vírus.

Guterres: “Ameaças aos direitos das mulheres prejudicam-nos a todos”
BR

Em artigo de opinião publicado em vários meios de comunicação internacionais, secretário-geral da ONU alertou um crescimento alarmante da violência doméstica; leia o artigo na integra.*

“Não desistimos. E não vamos desistir”, diz OMS três meses após declaração de pandemia
BR

Agência destaca que coronavírus pode gerar danos maiores do que um ataque terrorista; agência cita pesquisa, treinamento e parceria com empresas de tecnologia para travar expansão da doença e fluxo de informações falsas.

Brasil: relatores de direitos humanos criticam políticas durante pandemia
BR

Em comunicado, especialistas disseram que país deveria abandonar imediatamente medidas de austeridade e combater desigualdade e pobreza agravadas pela pandemia; medidas datam de 2016; alguns esforços do país foram elogiados, mas relatores dizem que é preciso fazer mais. 

Cerca de 370 milhões de alunos sob risco por falta de merenda escolar, alerta ONU
BR

Unicef e PMA dizem que fechamento de escolas devido à covid-19 cortou única refeição diária para milhões de crianças em todo o mundo.

Quase metade da força de trabalho global sob risco com aumento de desemprego gerado por pandemia
BR

Mais de 430 milhões de empresas de manufaturados e varejo ameaçadas de “sérias interrupções”, segundo relatório; mundo tem 3,3 bilhões de trabalhadores. 

Número de pedidos de asilo ao México se mantém alto apesar da covid-19
BR

Mesmo em tempos de fechamento de fronteiras por causa da pandemia, México continua recebendo centenas de solicitações de asilo de pessoas que fogem da violência e de perseguição; informação foi divulgada pela Agência da ONU para Refugiados, Acnur, durante um briefing a jornalistas em Genebra.