Cobertura da ONU News sobre a Covid-19
O surto foi notificado, primeiramente, em Wuhan, na China, em 31 de dezembro de 2019.

Esta seção traz informações e diretrizes sobre a Organização Mundial da Saúde e as Nações Unidas a respeito da nova cepa do coronavírus (2019-nCoV), registrada em Wuhan, em dezembro.  Acesse aqui para atualizações diárias. A OMS está atuando de perto com especialistas, governos e parceiros para levar conhecimento científico e informações ao maior número de pessoas. A agência também quer rastrear a disseminação e a virulência da Covid-19 para fornecer aconselhamento aos países e indivíduos sobre as medidas a tomar na proteção da saúde e na prevenção do vírus.

Próximas semanas no combate à covid-19, riscos para crianças detidas, o perigo de notícias falsas
BR

Neste Destaque ONU News, apresentado por Alexandre Soares, países precisam escolher como continuar a enfrentar pandemia do novo coronavírus e pandemia coloca em risco crianças detidas em todo o mundo. No final, um aviso da Unesco sobre notícias falsas. Segundo os últimos dados, a covid-19 já causou mais de 111 mil mortes. Quase 1,8 milhão de pessoas foram infetadas.

Covid-19: restrições devem ser suspensas de forma lenta e controlada, diz OMS
BR

Número de mortes ultrapassou mais de 111 mil em todo o mundo; agência recomenda aos países que tomem medidas corretas de saúde pública e rastreamento; pandemia mantém cerca de 1,4 bilhão de crianças fora da escola.

UIT defende que associação de 5G à expansão da covid-19 “não tem base científica”
BR

Agência da ONU pede que notícias e fatos sobre a doença sejam confiáveis; para chefe da UIT, uso dessa tecnologia pode ajudar a derrotar pandemia; suposta “teoria de conspiração” na internet provocou manifestações contra quinta geração de tecnologias móveis.

América Latina e Caribe com crescimento de -4,6% por causa do novo coronavírus
BR

Previsão do Banco Mundial revela que países da região precisam responder com políticas adequadas para evitar crise financeira, proteger empregos e cidadãos mais vulneráveis.

Crianças detidas correm maior risco de contrair covid-19 e devem ser libertadas
BR

Em todo o mundo, menores estão no sistema de justiça devido a migração, conflitos armados, segurança, ativismo ou vivendo com os pais detidos; em instalações com serviços inadequados de nutrição, saúde e higiene, um surto pode ocorrer a qualquer momento.