Cobertura da ONU News sobre a Covid-19
O surto foi notificado, primeiramente, em Wuhan, na China, em 31 de dezembro de 2019.

Esta seção traz informações e diretrizes sobre a Organização Mundial da Saúde e as Nações Unidas a respeito da nova cepa do coronavírus (2019-nCoV), registrada em Wuhan, em dezembro.  Acesse aqui para atualizações diárias. A OMS está atuando de perto com especialistas, governos e parceiros para levar conhecimento científico e informações ao maior número de pessoas. A agência também quer rastrear a disseminação e a virulência da Covid-19 para fornecer aconselhamento aos países e indivíduos sobre as medidas a tomar na proteção da saúde e na prevenção do vírus.

Com 333 mil casos confirmados, “disseminação do coronavírus está acelerando”
BR

OMS defende medidas defensivas associadas a “táticas agressivas e direcionadas”; últimos 100 mil casos ocorreram em quatro dias; Fifa inclui atleta brasileiro Alisson Becker em campanha com astros de futebol contra a doença.

Alisson Becker participa de campanha de futebolistas contra o covid-19 
BR

Goleiro da Seleção Brasileira acompanha craques como Lionel Messi, Xavi e Puyol; spots circularão em TVs e redes sociais em 13 idiomas; brasileiro diz que saúde vem em primeiro lugar e que o esporte é essencial para difundir mensagem.

VÍDEO: ONU quer cessar-fogo global para vencer pandemia do novo coronavírus
BR

Em declaração, gravada em português na sede da ONU, secretário-geral afirmou que é necessário “pôr fim à doença da guerra e combater a doença que está a arrasar o mundo”; para ele, é isso que a “família humana necessita, agora, mais do que nunca”;  leia a mensagem na íntegra.  

Secretário-geral pede cessar-fogo mundial para combater covid-19
BR

António Guterres fez apelo nesta segunda-feira para uma pausa imediata em conflitos em todas as partes do mundo devido ao novo coronavírus; segundo o chefe da ONU, a pandemia põe em evidência a loucura da guerra. 

Com alastramento do covid-19 no sudeste asiático, Timor-Leste prepara resposta 
BR

Nações Unidas ajudam país lusófono em passos para combater pandemia; vírus já está presente em pelo menos oito das 11 nações da região incluindo centenas de casos na vizinha Indonésia; OMS pediu que governos intensifiquem, com urgência, medidas agressivas.