Guterres elogia forma pacífica como decorreram as eleições na Libéria

27 dezembro 2017

Secretário-geral da ONU quer que vontade dos eleitores seja respeitada e que a transferência do poder ocorra dentro dos prazos constitucionais; ex-presidente da Nigéria, Olusegun Obasanjo, será enviado ao país pelas Nações Unidas.

Manuel Matola, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, congratulou-se com a forma pacífica como decorreu a segunda volta das eleições presidencias na Libéria e reiterou o “contínuo apoio das Nações Unidas aos esforços para a consolidação da paz e do desenvolvimento económico” do país.

Em nota divulgada esta quarta-feira, o porta-voz do secretário-geral das Nações Unidas assinala que Guterres felicitou o governo, o povo e os partidos partidos políticos da Libéria pela forma ordeira como decorreu o escrutínio.

Respeito

Guterres disse esperar que a vontade do eleitorado liberiano seja respeitada, e que a transferência do poder ocorra dentro dos prazos constitucionais.

De acordo com o porta-voz do chefe da ONU, Guterres afirmou que as eleições pacíficas, livres, transparentes e credíveis são um pré-requisito para a consolidação democrática, bem como para a paz e o desenvolvimento sustentáveis.

Mediação

António Guterress solicitou o ex-presidente da Nigéria, Olusegun Obasanjo, membro do painel do Conselho Consultivo de Alto Nível de Mediação das Nações Unidas, para se deslocar à capital liberiana, Monróvia, visando estabelecer consultas entre as partes interessadas no processo eleitoral naquele país africano.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud