Chefe da ONU pede eleições pacíficas no Quénia

8 agosto 2017

Secretário-geral disse estar acompanhando de perto o processo eleitoral no país e em contato com as autoridades quenianas; ele citou respeito aos direitos humanos e às liberdades fundamentais na votação desta terça-feira.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António  Guterres, afirmou que está acompanhando de perto o processo eleitoral no Quénia e que está em contato com os líderes políticos do país africano.

Guterres pediu a todos que renovem seu compromisso com um pleito pacífico e a confiança nas instituições encarregadas de conduzir a votação.

Importância

Ele lembrou a importância ao respeito pelos direitos humanos e às liberdades fundamentais assim como também do profissionalismo e da imparcialidade dos agentes da lei durante as eleições.

Nesta segunda-feira, um grupo de especialistas da ONU* emitiu um comunicado pedindo ao governo queniano para fazer todo o possível para garantir um processo pacífico, livre e justo.  E que a violência política registada, há 10 anos, não volte a ocorrer.

Para os relatores especiais, o respeito "aos direitos e liberdades fundamentais das pessoas, incluindo o direito ao voto e liberdades de expressão, associação e reunião são a chave para eleições livres e justas e para participação pública".

Segundo eles, desde 2007, o Quénia registou um progresso “importante” em relação ao fortalecimento da democracia, direitos humanos e Estado de direito.

*Annalisa Ciampi, relatora especial sobre reunião e associação pacíficas; Michel Frost, relator especial sobre a situação de defensores de direitos humanos; Agnes Callamard, relatora especial sobre execuções extrajudiciais, sumárias ou arbitrárias. Os relatores são independentes e não recebem pagamento pelo trabalho.

Notícias relacionadas:

Quénia deve agir para garantir eleições pacíficas, dizem especialistas da ONU

Projeto agrícola no Quénia deve atender 60 mil famílias no oeste do país

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud