FAO: tecnologia móvel beneficiará famílias agricultoras no Iraque
BR

2 agosto 2017

Agência da ONU disse que elas farão parte do novo programa de dinheiro por trabalho; tecnologia de transferência de dinheiro ajudará na reabilitação da infraestrutura agrícola em áreas rurais atingidas por conflitos.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, afirmou que as famílias rurais agricultoras no Iraque, se beneficiarão de uma nova tecnologia móvel para transferência de dinheiro.

A iniciativa faz parte de um programa de dinheiro por trabalho que está sendo lançado no país e que ajudará as pessoas mais vulneráveis no recebimento de salários de forma segura.

Infraestrutura

O programa, financiado pelo governo da Bélgica, vai apoiar 12 mil pessoas que vivem em áreas afetadas por conflitos em dezenas de vilarejos em Kirkut, Anbar, Salah al-Din e Ninewa.

O representante da FAO no país, Fadel El-Zubi, disse que a iniciativa tem como meta também reabilitar e recuperar a infraestrutura agrícola rural.

Para facilitar o pagamento dos trabalhadores, a agência da ONU fez uma parceria com a operadora de dados e serviços digitais Zain, que tem filiais em países do Oriente Médio e da África.

Fundo de emergência

Aproximadamente 12 milhões de iraquianos vivem em áreas rurais no Iraque e dependem da agricultura para sua sobrevivência. Anos de conflitos destruiram ou danificaram colheitas, equipamentos, rebanhos, sementes e estoques de alimentos.

Além disso, deixaram mais de 3,2 milhões de iraquianos em situação de insegurança alimentar.

A FAO quer US$ 74,5 milhões para um fundo de emergência para ajudar 1,3 milhão de pessoas este ano no país.

Notícias relacionadas:

FAO: US$ 185 milhões necessários para apoiar 3,2 milhões de somalis

Papa Francisco doa quase US$ 30 mil para emergências da FAO na África

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud