Entrevista: Diretora-executiva do Unicef Portugal

29 março 2017

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, alertou que quase 27 milhões de pessoas não têm acesso à água potável em países que enfrentam ou estão em risco de fome.

O comunicado divulgado esta quarta-feira afirmou que falta d’água, saneamento básico e práticas de higiene inadequados e epidemias representam uma ameaça adicional a crianças desnutridas no Iêmen, no norte da Nigéria, na Somália e no Sudão do Sul.

De Lisboa, em entrevista à ONU News, a diretora executiva do Unicef Portugal, Madalena Marçal Grilo, disse que “a situação de fome resulta de uma conjugação de vários fatores: guerras, violência, seca e as deslocações massivas. “

Segundo Marçal Grilo, “a falta d’água está a por em risco a vida de milhões de pessoas”.

A chefe do Unicef Portugal falou também que a agência precisa de acesso total para levar ajuda a essas pessoas. Ela pediu o fim das violações dos direitos humanos e disse que a agência da ONU precisa de fundos para ajudar essas populações.

Acompanhe a entrevista com Edgard Júnior.

Duração: 5'44"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud