Sudão abre corredor humanitário para ajudar vítimas da fome no Sudão do Sul

27 março 2017

Operação do PMA  transporta alimentos para 300 mil pessoas esta semana; pelo menos 350 mil refugiados do Sudão do Sul entraram no país vizinho desde o início do conflito na mais nova nação do mundo.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Um novo corredor humanitário que liga o Sudão ao Sudão do Sul transportará  ajuda para 300 mil pessoas durante esta semana.

A  coordenadora humanitária das Nações Unidas no Sudão anunciou que durante quatro dias sete comboios, de 40 camiões, deverão transportar sorgo numa distância de 500 quilómetros.

Operações caras

Para Marta Ruedas,  o corredor humanitário vai permitir a entrega oportuna da ajuda alimentar e ajudará a reduzir a dependência das operações aéreas que são “seis a sete vezes mais caras que o movimento feito usando as vias fluvial e rodoviária”.

A ajuda do Programa Mundial de Alimentação, PMA, vai partir de El Obeid, no centro do Sudão, e seguir o percurso até Bentiu no estado sul-sudanês de Unidade. Mais de 100 mil pessoas passam fome na região.

Para Ruedas, com a abertura do corredor transfronteiriço “o Sudão demonstra o seu compromisso com o povo sul-sudanês, reforçando ainda mais a cooperação internacional para tirar o Sudão do Sul da fome”. Segundo as previsões, o problema pode afetar mais de 1 milhão de pessoas este ano.

Estação Chuvosa

A responsável disse que a medida foi tomada num momento crítico por ser imediatamente antes da estação chuvosa que inicia em maio. Durante o período as estradas ficam intransitáveis no Sudão do Sul.

Pelo menos 7,5 milhões de sul-sudaneses, ou cerca de dois terços da população, precisam de auxílio humanitário.

As Nações Unidas estimam que o Sudão acolhe 350 mil refugiados do Sudão do Sul, que entraram no país desde o início do conflito em dezembro de 2013.

Notícias relacionadas:

Sudão do Sul: ONU quer punição de assassinos de funcionários humanitários

Sudão do Sul: Guterres quer consenso em plano para "afastar o país do abismo" 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud