Chefe do Fida quer investimento em pequenos agricultores em Moçambique

30 janeiro 2017

Presidente da agência inicia visita ao país; Fundo participou em iniciativas de um total de US$ 400 milhões em território moçambicano; contributo beneficiou diretamente mais de 2,1 milhões de famílias rurais.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

O presidente do Fundo de Investimento para o Desenvolvimento Agrícola, Fida, inicia esta segunda-feira uma visita oficial a Moçambique.

Ainda a caminho do país, Kanayo Nwanze defendeu investimentos para o campo para manter os ganhos da segurança alimentar ameaçados pelos efeitos dos fenómenos climáticos El Niño e La Niña.

África Austral

O chefe da agência da ONU deve encontrar-se com o presidente moçambicano, Filipe Nyusi, e outros representantes na visita que termina na quarta-feira. O Malaui será a etapa seguinte do contacto com nações afetadas na África Austral.

A nota sobre a deslocação destaca que “as mudanças climáticas estão a minar os ganhos feitos para reduzir a pobreza e a insegurança alimentar que afetam mais às populações rurais” na região. As principais vítimas são os pequenos produtores, as mulheres e os jovens.

Nwanze defende ainda que “se os investimentos não chegarem ao campo os pequenos produtores, particularmente os jovens, vão migrar para áreas urbanas ou para trabalhar no exterior”.

O responsável quer desencorajar a busca de oportunidades nos setores informais e temporários por comprometer a segurança alimentar.

Famílias Rurais

Em 34 anos de presença em Moçambique, o Fida participou em iniciativas que totalizam US $400 milhões. O contributo direto da agência foi de quase US$ 244  milhões que beneficiaram diretamente a mais de 2,1 milhões de famílias rurais.

Atualmente, o Fida apoia um Projeto de Desenvolvimento de Cadeias de Valor inclusivas nos Corredores de Maputo e Limpopo, Prosul.

Nwanze vai abordar pequenos produtores da iniciativa e discutir a ação do projeto sobre os seus meios de subsistência. O chefe do Fida também vai inaugurar o escritório da agência em Maputo.

Notícias relacionadas:

Nações Unidas apoiam concurso prémio para jornalistas moçambicanos

Entrevista: Redes de correios e remessas em crescimento em África

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud