OMS quer vacinar mais de 4 milhões de crianças contra sarampo na Nigéria

12 janeiro 2017

Campanha da agência da ONU vai começar nesta quinta-feira, 13 de janeiro e terá duração de duas semanas; objetivo é conter uma epidemia da doença na região nordeste do país.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.*

A Organização Mundial da Saúde, OMS, quer vacinar 4,7 milhões de crianças com idades que variam de seis meses a 10 anos contra o sarampo na Nigéria.

A campanha de vacinação em massa vai começar esta sexta-feira, 13 de janeiro e terá a duração de duas semanas. A meta é combater uma epidemia da doença que atingiu a região nordeste do país.

Emergência

Segundo o representante da agência da ONU na Nigéria, “a campanha representa uma intervenção de emergência para proteger milhões de crianças de uma doença contagiosa e algumas vezes fatal”.

A OMS disse que “as interrupções causadas nos serviços de saúde em áreas afetadas por conflitos impediram que as crianças recebessem as vacinas básicas”.

A organização está apoiando três outras agências nessa campanha de vacinação, que incluem o Fundo da ONU para a Infância, Unicef, o Centro norte-americano para Prevenção e Controle de Doenças, CDC, e outras ONGs do setor de saúde.

A OMS afirmou que as autoridades estão usando como guia para a campanha os dados populacionais feitos para a vacinação contra a pólio.

Crise humanitária

A crise humanitária causada pelo conflito no estado de Borno deixou mais de 1,4 milhão de deslocados internos vivendo em mais de 100 acampamentos.

A agência da ONU declarou que com os índices de desnutrição que chegam a 20% em algumas áreas de Borno, as crianças correm muito mais risco de contrair doenças não só como o sarampo, mas também malária, infecções respiratórias e diarreia.

Desnutrição, malária e sarampo juntos aumentam em até quatro vezes as mortes de crianças na região. O sarampo é altamente contagioso. Em 2015, foram registradas mais de 134 mil mortes pela doença em todo o mundo, a maioria delas de menores de cinco anos.

A OMS calcula que entre 2000 e 2015, as campanhas de vacinação contra o sarampo conseguiram evitar mais de 20 milhões mortes no planeta.

*Apresentação: Laura Gelbert.

Notícias relacionadas:

PMA quer entregar comida a 2,5 milhões de pessoas no nordeste da Nigéria 

OMS chama atenção para relação entre saúde e estabilidade em África 

Somália: Unicef e parceiros começam vacinação em massa contra sarampo 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud