FMI diz que Portugal obteve melhores resultados do que o esperado

8 dezembro 2016

Desempenho obtido com sucesso das exportações e depois de uma actividade relativamente moderada no primeiro semestre;  recomendação é que crescimento mais forte tenha uma base abrangente.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Fundo Monetário Internacional, FMI, destaca que Portugal tem melhorado as perspectivas de curto prazo principalmente após uma “aceleração das exportações no terceiro trimestre” deste ano.

Uma nota do órgão destaca “resultados económicos mais altos do que eram esperados” após uma actividade relativamente moderada nos últimos dois trimestres. A previsão é que o país tenha um défice orçamental de 2,1% em 2017.

Mudança

O comunicado revela que é preciso um forte crescimento com “uma base abrangente” para terminar uma mudança sustentada para uma recuperação mais rápida do ritmo está em andamento.

O FMI revela ainda que seria preciso um esforço estrutural adicional de 0,4% do PIB para chegar à meta do governo.

Um esforço de consolidação baseado em reformas na despesa duradouras, seria mais favorável ao crescimento económico do que reduzir o investimento público, destaca o FMI.

Há dois meses, a previsão do défice orçamental de Portugal para este ano era que representasse 3%, o mesmo valor avançado para 2017.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud