Migrantes do Burkina Fasso recebem ajuda para voltar para casa

1 novembro 2016

Organização Internacional para Migrações, OIM, ajudou 142 civis que estavam a morar na Líbia; a repatriação contou com a cooperação das autoridades dos dois países.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, ajudou 142 migrantes de Burkina Fasso a retornar para casa na semana passada. Todos estavam a viver na Líbia e um deles necessitava de assistência médica.

A repatriação aconteceu graças à cooperação das autoridades líbias e da Embaixada de Burkina Fasso em Trípoli com o escritório da OIM no país. Os migrantes retornaram de avião à capital, Ouagadougou.

Retorno

Antes da viagem, o grupo ficou abrigado na embaixada e recebeu da OIM comida, bebida e kits de higiene. Entre eles estava Feras, um homem de 30 anos que foi para a Líbia em busca de trabalho. Ele havia levado vários tiros e foi operado. Após dois meses de tratamento intensivo no hospital, Feras contou à OIM que estava feliz de retornar para casa.

Ao chegar em Burkina Fasso, os migrantes foram recebidos no Ministério dos Negócios Estrangeiros e receberam ajuda em dinheiro para que pudessem pegar transportes até os seus destinos finais no país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud