Barril de petróleo deve pular para US$ 55 em 2017, diz Banco Mundial
BR

21 outubro 2016

Novo relatório Panorama Global das Matérias Primas ainda prevê altas na energia e dos alimentos; aumento será de US$ 12 por barril.

Mariana Ceratti, de Brasília, para a Rádio ONU.*

O preço global do petróleo bruto deve subir para US$ 55 por barril no próximo ano, segundo estimativa divulgada nesta quinta-feira pelo Banco Mundial.

A previsão se justifica porque a Organização dos Países Exportadores de Petróleo, Opep, está se preparando para limitar a produção, depois de um longo período sem restrições.

Carvão

Neste ano, o preço do barril deve fechar em US$ 43.

Para 2017, o Banco Mundial anuncia uma alta de 25% nos preços da energia, que incluem petróleo, gás natural e carvão. Todas as informações constam do novo estudo Panorama Global das Matérias Primas, publicado a cada trimestre.

O relatório prevê pequenos aumentos para a maioria das matérias primas em 2017, com o fortalecimento da demanda e a diminuição da oferta. Os metais e minerais, por exemplo, devem subir 4,1%.

Já no setor agropecuário, a projeção é que os preços se elevem em 1,4% no próximo ano.

Entre os alimentos, os grãos devem registrar alta de 2,9%, crescimento maior do que o estimado na edição anterior do relatório.

A estimativa é de um aumento de 2% para oleaginosas e farináceos.

*Reportagem do Banco Mundial no Brasil.