OMS quer vacinar mais de 9,5 milhões contra pólio no Afeganistão
BR

31 agosto 2016

Campanha da agência da ONU conta com 65 mil trabalhadores de saúde; autoridades vão realizar uma segunda rodada de vacinação em 2 de setembro para alcançar as crianças que não receberem a dose.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Ministério de Saúde Pública do Afeganistão, com o apoio da Organização Mundial da Saúde, OMS, e do Fundo da ONU para a Infância, Unicef, está realizando uma campanha de vacinação maciça contra a pólio.

A meta é vacinar todas as crianças menores de cinco anos do país, cerca de 9,5 milhões. Aproximadamente 65 mil trabalhadores de saúde participam da operação.

Índices Altos

A campanha teve início na segunda-feira e termina esta quarta. Mas as autoridades afirmam que uma nova rodada de vacinação será realizada na sexta-feira, 2 de setembro, para alcançar as crianças que não tenham sido vacinadas nessa primeira etapa.

Segundo o Unicef, a campanha se torna mais importante porque setembro e outubro são os meses que registram os índices mais altos de transmissão.

Os especialistas disseram que o vírus da pólio está mais ativo e perigoso durante esses meses quentes e é exatamente quando as crianças afegãs correm mais risco de ficarem paralisadas ou morrerem por causa da doença.

Vitamina A

Além da vacina contra a pólio, as crianças vão receber também comprimidos de vitamina A, que é essencial para o funcionamento do sistema imunológico.

O representante da OMS no Afeganistão, Richard Peeperkorn, afirmou que o “mundo está bem perto de eliminar a pólio e enquanto a doença existir, as crianças estarão correndo risco”.

Até agora, neste ano, foram registrados oito casos de pólio no país. O novo Plano Nacional de Ações de Emergência quer acabar com as transmissões do vírus até 31 de dezembro.

Leia Mais:

Moçambique comemora sucesso do combate à poliomielite

Nigéria entra em "corrida contra o tempo" para evitar mais casos de pólio

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud