FAO celebra 20 anos da Cplp e parcerias para segurança alimentar
BR

20 julho 2016

Embaixadores dos países de língua portuguesa participaram de comemoração na sede da agência da ONU, em Roma; diretor-geral José Graziano da Silva revela que foco está nos programas de merenda escolar.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.*

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, está celebrando 20 anos de fundação. Os nove Estados-membros* estão espalhados em quatro continentes, reunindo quase 260 milhões de habitantes.

O bloco têm várias parcerias que vão além da promoção do idioma, sendo uma delas com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO.

Agricultura

Foi promovido na sede da agência, em Roma, na Itália, um almoço para celebrar os 20 anos da Cplp. O diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, destacou que a parceria está agora voltada para projetos de merenda escolar nos países lusófonos.

“Em vários países da Cplp, estamos levando o Programa de Compras da Agricultura Familiar e queremos vinculá-lo com o programa de merenda escolar, que a maioria dos países do bloco também cogita de implantar, mas não tem até agora. Uma outra área que estamos abrindo para a cooperação é o combate à pesca ilegal, com a assinatura do Estado Reitor dos Portos.”

Nutrição

Segundo Graziano da Silva, o acordo internacional foi assinado até o momento por três países da Cplp: Angola, Brasil e Moçambique. Participou do evento em Roma a representante permanente do Brasil junto à FAO, a embaixadora Maria Laura da Rocha.

"Outro tema importante é o estabelecimento e a consolidação dos conselhos de segurança alimentar e nutricional. Nós estamos dentro da Década da Nutrição, aprovada no ano passado pela Assembleia Geral das Nações Unidas. Há muitas iniciativas que têm que ser implementadas e a instituição desses conselhos ajuda muito isso, é importante.”

O Brasil passa a presidir a Cplp a partir de novembro e o mandato vai durar dois anos. Timor-Leste é o país que lidera o bloco neste momento. 

*Países que integram a Cplp: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné-Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. 

*Com reportagem da FAO em Roma.

Leia e Ouça:

Agricultura comercial causou 70% do desmatamento na América Latina

Sudão do Sul: surto de violência aumenta risco de "catástrofe de fome”

FAO celebra sucesso de cupão eletrónico para agricultura em Moçambique

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud