Entrevista: Refugiados no Brasil são escalados para as Olimpíadas

3 junho 2016

O Comitê Olímpico Internacional, COI, anunciou nesta sexta-feira os nomes dos 10 integrantes da inédita Equipe Olímpica de Atletas Refugiados que disputará os Jogos do Rio 2016. Dois dos atletas escolhidos vivem no Brasil e nasceram na República Democrática do Congo.

O porta-voz do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, no Brasil. Luiz Fernando Godinho falou à Rádio ONU, de Brasília, sobre a importância da iniciativa e o impacto positivo do esporte na integração e proteção dos refugiados.

O anúncio da equipe de refugiados foi feito na Suíça pelo COI e coincide com o lançamento da campanha mundial do Acnur #WithRefugees ou Com Refugidos, parte da parceria da agência da ONU com o COI para os Jogos Rio 2016.

Acompanhe a conversa com Laura Gelbert.

Duração: 09:27".

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud