Mais de 350 migrantes afogados em acidente da ilha grega de Creta

Mais de 350 migrantes afogados em acidente da ilha grega de Creta

Baixar

Segundo Organização Internacional para Migrações, barco saiu do norte da África com 700 pessoas; 342 foram resgatadas e quatro corpos encontrados; autoridades gregas e egípcias continuam na operação.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, acredita que centenas de migrantes podem ter morrido afogados esta sexta-feira. O incidente aconteceu com um barco que tinha saído do norte da África a caminho da Grécia.

Cerca de 700 pessoas estavam na embarcação que saiu de Alexandria, no Egito, a caminho da Europa. Até o início da tarde na Europa, 342 migrantes haviam sido resgatados com vida e quatro corpos foram encontrados.

Resgate

Em Genebra, o porta-voz da OIM, Joel Millman, explicou que as autoridades egípicias e gregas estão envolvidas nas operações de busca, que acontecem na ilha de Creta.

Segundo Millman, um número desconhecido de migrantes devem estar no mar e helicópteros participam das operações de resgate. O porta-voz da OIM destacou que houve muita movimentação em Creta nos últimos dias, mas nesta sexta-feira, o local pode ficar marcado como cenário de uma tragédia.

Balanço

Dados da OIM, agência parceira da ONU, mostram que Creta é o mais novo destino de migrantes e refugiados do Afeganistão, da Síria e do Iraque. Centenas de pessoas alcançaram a ilha esta semana, após deixarem a Turquia.

O balanço desde janeiro é o seguinte: mais de 205 mil migrantes e refugiados entraram na Europa pelo mar até 31 de maio. Itália, Grécia, Chipre e Espanha foram os destinos. O total de mortes registradas até terça-feira era de 2.443.

Leia e Ouça:

COI divulga nesta sexta nomes da Equipe Olímpica de Refugiados para a Rio 2016

Acnur preocupado com expulsão de eritreus do Sudão

PMA quer US$ 57 milhões pelos próximos seis meses para o Burundi 

Photo Credit
Familia de sírios se recupera após a travessia no Mar Mediterrâneo. Foto: UNHCR/Ivor Prickett