Chefs revelam segredos das leguminosas em livro da FAO

26 maio 2016

Publicação leva leitor em “jornada por cozinhas e culturas ao redor do mundo” com  benefícios de feijões, lentilhas e ervilhas; 2016 é o Ano Internacional das Leguminosas.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A agência da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO, lançou esta quinta-feira um livro com dicas de chefs apaixonados por um dos alimentos mais versáteis do mundo: as leguminosas.

Com o título “Leguminosas, sementes nutritivas para um futuro sustentável”, a publicação de 190 páginas leva os leitores a uma jornada “por cozinhas e culturas ao redor do mundo”. As histórias exploram raízes indígenas, benefícios e sabores de grãos como feijão, lentilha e ervilha.

Receitas

O livro explica os benefícios das leguminosas para a nutrição, saúde e biodiversidade. Além disso, há um passo-a-passo sobre como escolher os grãos antes da compra, como plantá-los em casa e como cozinhá-los.

A chef brasileira Helena Rizzo contribui com receitas, como a sopa de feijão preto e a farofa de feijão guandu. Especialistas em culinária de países como Espanha, Marrocos, Tanzânia, México, Índia e Paquistão também participam da edição.

A FAO celebra em 2016 o Ano Internacional das Leguminosas, por isso a agência decidiu reunir num livro as orientações de chefs internacionais sobre o assunto.

Fonte de Proteína

O diretor da agência, José Graziano da Silva, revela que a publicação está recheada de ilustrações e “belas fotografias a mostrar como as leguminosas contribuem para a segurança alimentar, agricultura sustentável e adaptação à mudança climática”.

Graziano da Silva lembra que ervilhas, lentinhas e feijões são fonte acessível de proteína: têm o dobro da proteína do trigo e três vezes mais do que o arroz, além de serem ricos em vitaminas do complexo B.

No lançamento do livro, a blogueira britânica e especialista em culinária Jenny Chandler foi nomeada Embaixadora Especial para o Ano Internacional das Leguminosas 2016.

O livro custa US$ 29.95 e está disponível em inglês, francês e espanhol. A compra é possível pela internet, mas é também possível fazer a leitura online.

Leia Mais:

Fome pode acirrar conflitos e estratégias da FAO evitam crises

PMA lança sistema de cupões alimentares para famílias no Iémen

FAO quer “presença do português” na campanha sobre leguminosas