Agência da ONU anuncia expansão de programas no nordeste do Brasil
BR

24 maio 2016

Projetos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola, Fida, são voltados para a promoção da agricultura familiar na região; agência, centro do Pnud e Ipea também lançaram séria inédita de estudos sobre pobreza rural no norte e nordeste do Brasil.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola, Fida, apresentou sua nova estratégia para o Brasil, voltada para a expansão de seus projetos de promoção da agricultura familiar na região nordeste do país.

No mesmo evento, a agência da ONU lançou também uma série inédita de estudos sobre a pobreza rural no norte e no nordeste do Brasil. A pesquisa destaca o papel da agricultura familiar na redução da extrema pobreza nessas regiões.

Colaboração

Os estudos foram lançados junto com o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo, IPC-IG, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud,  em parceria com o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas, Ipea.

Em colaboração com governos federal e estaduais, o Fida investe em projetos de desenvolvimento na região semiárida do nordeste desde o início de suas operações no Brasil na década de 1980.

Desenvolvimento Rural

O Fundo planeja agora expandir suas operações por meio de dois projetos de desenvolvimento rural: um na região de transição para a floresta amazônica no Maranhão, e outro na região de mata atlântica em Pernambuco. Os dois estão em fase de elaboração.

Atualmente, o Fida financia seis programas nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte, que beneficiam mais de 250 mil famílias.

Segundo a agência, as operações “trabalham para assegurar que grupos tradicionalmente marginalizados, como as comunidades indígenas e quilombolas, assentados pela reforma agrária, mulheres e jovens sejam beneficiados pelos projetos”.

As ações apoiadas pelo Fida no Brasil também buscam inovações técnicas e práticas agrícolas que possam ajudar agricultores familiares a prosperarem no nordeste.

Desde 1980, a agência financiou 11 projetos de desenvolvimento rural no país.  Segundo o Fundo, os seis programas em operação somam um investimento total de US$ 452,9 milhões, o equivalente a cerca de R$ 1,6 bilhão.

Desde total, US$ 164,2 são financiados pelo Fida,  US$ 212,4 milhões por autoridades brasileiras e US$ 76,3 milhões pelos beneficiários.

Leia e Ouça:

África: Fida quer maior uso de "um quarto das terras aráveis do mundo”

A "história não contada" da mudança climática

Dois projectos do Fida contribuem para a fase pós-ébola em África

Fida: pequenos produtores precisam de participar nas negociações do clima 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud