Passar para o conteúdo principal

Agência da ONU anuncia expansão de programas no nordeste do Brasil

Agência da ONU anuncia expansão de programas no nordeste do Brasil

Baixar

Projetos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola, Fida, são voltados para a promoção da agricultura familiar na região; agência, centro do Pnud e Ipea também lançaram séria inédita de estudos sobre pobreza rural no norte e nordeste do Brasil.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola, Fida, apresentou sua nova estratégia para o Brasil, voltada para a expansão de seus projetos de promoção da agricultura familiar na região nordeste do país.

No mesmo evento, a agência da ONU lançou também uma série inédita de estudos sobre a pobreza rural no norte e no nordeste do Brasil. A pesquisa destaca o papel da agricultura familiar na redução da extrema pobreza nessas regiões.

Colaboração

Os estudos foram lançados junto com o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo, IPC-IG, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud,  em parceria com o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas, Ipea.

Em colaboração com governos federal e estaduais, o Fida investe em projetos de desenvolvimento na região semiárida do nordeste desde o início de suas operações no Brasil na década de 1980.

Desenvolvimento Rural

O Fundo planeja agora expandir suas operações por meio de dois projetos de desenvolvimento rural: um na região de transição para a floresta amazônica no Maranhão, e outro na região de mata atlântica em Pernambuco. Os dois estão em fase de elaboração.

Atualmente, o Fida financia seis programas nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte, que beneficiam mais de 250 mil famílias.

Segundo a agência, as operações “trabalham para assegurar que grupos tradicionalmente marginalizados, como as comunidades indígenas e quilombolas, assentados pela reforma agrária, mulheres e jovens sejam beneficiados pelos projetos”.

As ações apoiadas pelo Fida no Brasil também buscam inovações técnicas e práticas agrícolas que possam ajudar agricultores familiares a prosperarem no nordeste.

Desde 1980, a agência financiou 11 projetos de desenvolvimento rural no país.  Segundo o Fundo, os seis programas em operação somam um investimento total de US$ 452,9 milhões, o equivalente a cerca de R$ 1,6 bilhão.

Desde total, US$ 164,2 são financiados pelo Fida,  US$ 212,4 milhões por autoridades brasileiras e US$ 76,3 milhões pelos beneficiários.

Leia e Ouça:

África: Fida quer maior uso de "um quarto das terras aráveis do mundo”

A "história não contada" da mudança climática

Dois projectos do Fida contribuem para a fase pós-ébola em África

Fida: pequenos produtores precisam de participar nas negociações do clima 

Photo Credit
Promoção da agricultura familiar. Foto: Ifad/Giuseppe Bizzarri